Conhecer a diferença entre homeopatia e fitoterapia é muito importante, especialmente para pessoas que estão buscando por métodos naturais de se cuidar – e que vão além da alopatia.

Ainda que haja confusão em relação aos dois termos, a diferença entre homeopatia e fitoterapia pode ser entendida claramente quando você conhece cada um deles separadamente.

Enquanto um desses métodos de cura pela natureza se baseia apenas no uso de plantas para a cura, o outro também utiliza fontes animais e minerais.

Para saber qual deles melhor se integra em seu estilo de vida, aprenda mais sobre o assunto abaixo!

Homeopatia e fitoterapia são sinônimos – diferença entre homeopatia e fitoterapia

Algumas pessoas não enxergam a diferença entre homeopatia e fitoterapia e acreditam que os termos são sinônimos uma vez que ambos utilizam a cura através da natureza.

Porém, eles possuem diferenças na composição de seus produtos – e vai do estilo de vida de cada indivíduo selecionar aquele que mais se adeque às suas necessidades.

Homeopatia funciona 

A homeopatia é muito plausível e há tantas evidências clínicas, quanto epidemiológicas amplas de seu funcionamento. 

Em breve, ela se tornará parte integrante da medicina, apesar da natureza paradoxal de seus remédios e de todos os outros preconceitos contra ela. Ela é segura, eficaz e econômica.

A homeopata está preocupada com tudo, não apenas com os sintomas físicos que ocorrem no momento em que um indivíduo com casos isolados.

Ela quer saber sobre as emoções dessa pessoa, suas interações pessoais, de sua vida profissional, de seus estressores, sonhos e qualquer outra coisa importante em seu dia a dia e em sua vida. 

Ela também leva em consideração a imagem física do corpo, o comportamento e a linguagem corporal da pessoa.

Fitoterapia funciona – diferença entre homeopatia e fitoterapia

Assim como a homeopatia funciona, a fitoterapia também o faz. Também chamada de medicina herbal, entender como a homeopatia e a fitoterapia se diferenciam uma da outra se dá justamente porque a fitoterapia só utiliza-se de plantas para a cura.

A fitoterapia pode ter sido a primeira tentativa da humanidade de fazer uma síntese de condições e tratamentos através da natureza. 

Milhares de anos atrás, a humanidade estava surgindo e apenas as plantas podiam ser usadas como tratamento.

Herbalistas se envolvem em treinamentos e devem ser certificados para a prática. 

O mero fato desse tipo de medicina ter sido o único de nossas origens – e de termos sobrevivido como espécie, já deixa claro o seu funcionamento.

Alopatia e homeopatia 

Enquanto a homeopatia utiliza-se de meios animais, fitoterápicos e minerais para criar seus medicamentos e tratamentos, a alopatia usa de sínteses químicas variadas.

Existem pessoas que passam a vida toda se tratando apenas com a homeopatia e que observam resultados impressionantes.

Remédios alopáticos são conhecidos por seus efeitos colaterais densos e que muitas vezes obrigam o indivíduo a tomar ainda mais remédios para saná-los.

A homeopatia, por sua vez, não oferece esse tipo de risco ou malefício, podendo ser usada por qualquer pessoa – em qualquer idade.

Um médico profissional homeopata pode fornecer mais informações a você e ainda explicar mais claramente a diferença entre homeopatia e fitoterapia. Conte com ele!

Homeopatia plantas medicinais 

Assim como a fitoterapia, é possível encontrar remédios homeopáticos que contam apenas com plantas medicinais em sua composição. 

É por isso que muitos não entendem como a homeopatia e a fitoterapia se diferenciam uma da outra. Em suma, um remédio homeopático pode ser fitoterápico, mas o contrário não acontece.

Medicamentos homeopáticos

Agora que você conhece a diferença entre homeopatia e fitoterapia, aposte em conhecer também mais sobre os medicamentos homeopáticos, deixando de lado os dias de efeitos colaterais nocivos ao seu corpo.

Write A Comment