Participe da lista VIP
e receba conteúdos imperdíveis para seu equilíbrio e prosperidade (é grátis)!
Respeitamos sua privacidade, NUNCA enviamos spam!

Meditação: Benefícios e dicas de como fazer

Em 22/01/2018 , Comments

Meditação

Meditação: Como colocar em prática diariamente

Trabalho, vida pessoal, afazeres de casa, lazer, a grande maioria das pessoas possuem uma rotina extremamente corrida, que acaba gerando um quadro de estresse profundo. Para se ter uma ideia, o Brasil é o segundo país com mais pessoas estressadas, segundo uma pesquisa do Stress Management Association. Para diminuir esse desgaste, uma excelente alternativa é a Meditação.

Essa prática milenar é um conjunto de técnicas que tem como principal objetivo focar a atenção, deixando de lado preocupações e problemas do dia a dia. Ela tem origem oriental, e surgiu juntamente com outras tradições, como, por exemplo, o budismo e a ioga.

Contudo, ela é constantemente adotada por várias vertentes religiosas, tais como o cristianismo, o islamismo e o xamanismo. Isso porque, ela proporciona momentos de reflexão que nos permitem encontrar respostas que não são possíveis de serem alcançadas quando estamos em estado normal.

Além de ser uma ótima opção para quem deseja se livrar do estresse, a meditação é uma excelente maneira de enxergar certos aspectos da vida de outra maneira. Se você está em alguma situação onde não consegue pensar em uma solução eficaz, meditar é uma forma de abrir sua visão para possíveis respostas.

Meditação: Significado

O termo meditar tem origem do latino mederi. Ele significa, basicamente “dar atenção médica, curar ou tratar”. Em páli (língua indo-europeia do ramo indo-iraniano), meditação é referida como bhavana, e significa "cultivo". As definições sobre esse conjunto de técnicas focais variam conforme a religião originária. Confira abaixo algumas das principais:

  • Estado mental no qual a mente está livre de quaisquer pensamentos e preparada para exercitar-se sem a interferência de influências e problemas externos.

  • Abertura mental entre o ser terrestre ao divino. Basicamente, um canal direto de comunicação, contemplação e orientação com o poder acima de todos nós.

  • Estado de contemplação no qual é possível avaliar e julgar diferentes aspectos da vida, sem qualquer interferência de conceitos externos. Ou seja, uma forma de avaliação neutra.

  • Exercício de desenvolvimento de alguma habilidade mental. Energização, concentração, bondade, foco, plena atenção, são algumas das competências exercitadas.

Essas são algumas das principais definições para meditação significado. Esse conjunto de técnicas é conhecido em todo o mundo, tanto que hoje ela é praticada até mesmo sem um segmento religioso orientando. Por conta disso ela tem se popularizando cada vez mais.

Meditação: Como fazer?

Se você também tem essa dúvida “meditação, como fazer?” saiba que esse tipo de exercício exige prática diária. Você deve começar meditando cerca de 2 minutos por dia, e ir aumentando gradativamente. Existem vários tipos de meditação que você pode fazer, confira abaixo algumas delas?

  • Observar sua respiração: Se concentre no oxigênio que está entrando e saindo pelo seu nariz. Respire e inspire lentamente até estabelecer um ritmo e se mantenha fixo nele.

  • Foque sua atenção em algo: Escolha um objeto neutro, como, por exemplo, uma vela, e concentre sua atenção nele, deixando qualquer pensamento se esvair. Se preferir, também pode optar por focar em um som, como o tic tac do relógio.

Uma vez que você escolha o seu tipo de meditação, está na hora de arrumar a postura. Na hora de meditar, você tem algumas possibilidades, sendo a mais comum, a lótus. Nessa posição, você deve manter a sua coluna reta. Caso você tenha dificuldade, o ideal é se apoiar em algo. A parede é uma ótima opção. Em seguida cruze as pernas e comece o exercício.

Para quem tem dificuldades em realizar a posição de lótus, uma alternativa é sentar em uma cadeira, mantendo a coluna sempre ereta, as mãos sobre o colo (uma sobre a outra) e os pés apoiados no chão, de preferência descalço.

Em ambas as posições você deve manter os olhos fechados e um ritmo constante. Assim, a energia fluirá melhor e você evitará se sentir sonolento durante o exercício.

É possível meditar em qualquer lugar, contudo, o ideal é ter um local específico para isso. Um lugar silencioso e mais reservado onde você pode deixar seus pensamentos fluírem. O quarto é uma ótima opção.

Sem dúvida, em qualquer lugar é possível meditar: desde uma fila de banco até quando estiver lavando louça. Porém para criar um hábito, ter um local específico para esta atividade ajuda muito. Neste caso, o ideal seria um canto, na medida do possível, mais reservado e menos barulhento.

Além disso, lembre-se que a meditação é um exercício físico e mental, logo, é importante que ela seja realizada diariamente. O tempo vai depender de você, o ideal é iniciar em dois minutos diários e aumentar gradativamente.

Meditação Youtube: dicas de canais

Se você quer ajuda para meditar, nós temos três dicas de meditação Youtube: São canais que irão te auxiliar a criar uma rotina, bem como a realizar o exercício da melhor forma possível. São eles:

  1. Luz da Serra

Canal dos estudiosos de espiritualidade, Bruno Gimenes e Patrícia Cândido. Nele você encontrará guias de meditação, bem como dicas para se livrar dos pensamentos negativos e limpar a mente com mais facilidade.

  1. Amanda Dreher

É escritora, terapeuta, coach, astróloga e professora de yoga e meditação, com 11 anos de experiência na área, e fundadora do Feliz Com Você.  

  1. Clube de Meditação para Pensamentos Poderosos

Inspirado no canal Power Thoughts Meditation Club, o Clube da Meditação reune uma seleção maravilhosa de músicas para meditar, que irão te auxiliar a chegar em um estado de contemplação mais rapidamente.

Meditação ansiedade: Exercício rápido para não se sentir ansioso

Para quem sofre de ansiedade a meditação é uma excelente opção. Há um exercício fácil e prático que pode ser feito diariamente, ou, quando você se sentir ansioso.

Feche os seus olhos ou foque sua visão em um objeto e respire fundo algumas vezes. Sinta seus batimentos cardíacos, se concentre no seu corpo e deixe os pensamentos ansiosos irem embora. Mantenha essa posição até que a sensação de ansiedade tenha ido embora.

Meditação para iniciantes

Se você está começando na arte de meditar, você pode seguir esse guia rápido de meditação para iniciantes. São apenas nove passos fáceis para chegar em um estado de contemplação, confira:

  1. Sente-se, no chão ou em uma cadeira e mantenha a postura reta. Essa posição é essencial pois permite que você se concentre mais facilmente e não acabe caindo no sono.

  2. Suas pernas devem ficar de uma maneira que te deixe confortável. O ideal é deixá-las cruzadas em posição de lótus, mas você deve ficar do jeito que achar melhor.

  3. As mãos também devem ficar de uma maneira que te deixam tranquilo e confortável. Uma dica é deixá-las sobre o colo, uma em cima da outra. Não precisa fazer nenhuma posição de mãos complexa.

  4. Deixe o queixo como se você estivesse olhando para baixo, independentemente se você está de olhos fechados ou abertos. Isso te ajudará a se concentrar melhor.

  5. Programe um alarme com a quantidade de tempo que deseja meditar. Comece com sessões de dois minutos e vá aumentando gradativamente até um período que achar adequado.

  6. Deixe a boca fechada, sem flexionar o maxilar, e respire apenas pelo nariz. Isso te ajudará a alcançar o estado de contemplação mais facilmente.

  7. Se concentre na sua respiração. Sinta o ar entrar e sair pelo seu nariz, enchendo e esvaziando os pulmões. Estabeleça um ritmo e mantenha sua atenção nele.

  8. Mantenha o foco nessa ação de inspirar e expirar e esvazie a mente lentamente. Deixe todos os pensamentos e preocupações irem embora e se concentre apenas na sua respiração.

  9. Quando escutar o alarme avisando sobre o tempo, não saia do estado de meditação imediatamente. Comece a retomar os seus pensamentos e movimentos de forma lenta até que o seu estado normal seja alcançado.

Esses nove passos rápidos de meditação para iniciantes são ideais para quem está começando a colocar em prática esse tipo de exercício. Além de serem extremamente práticos, eles podem ser feitos em qualquer lugar. Contudo, lembre-se que o ideal, na hora de meditar, é ir para um lugar mais calmo.

É possível meditar deitado?

Muitas pessoas se perguntam se é possível meditar deitado. A resposta é sim, mas não é recomendado, principalmente para quem está começando esse tipo de exercício.

Isso porque, durante o estado de meditação, o seu corpo deixa o ritmo convencional de lado e se torna mais lento. Quando você está deitado, as chances de cair são maiores, e, consequentemente, o estado de contemplação não será alcançando por conta da sonolência.

Logo, o ideal é que você faça as posições já citadas na hora de meditar. Além de ajudarem a sua concentração, elas também mantem o seu corpo energizado, evitando que você caia no sono durante o processo.

Meditação benefícios

A meditação traz uma série de benefícios, físicos e mentais. Além de auxiliar no foco e no entendimento de diversos aspectos da vida, ela também interfere no modo como o nosso organismo funciona, nos tornando menos propensos a uma série de doenças. Entre os benefícios físicos estão:

  • Melhora a pressão sanguínea

  • Melhora o sistema imunológico

  • Aumenta a produção de serotonina, hormônio responsável pela sensação de prazer. Por usa vez, isso causa uma melhora tanto no humor quanto no comportamento do praticante.

  • Diminui as taxas de lactato sanguíneo. Essa redução, consequentemente, acaba reduzindo a ansiedade.  

  • Diminui a tensão em músculos fazendo que dores de cabeça e nas juntas desapareçam.

  • Auxilia a combater problemas como a insônia.

Além dos benefícios físicos, a meditação traz uma série de vantagens para a nossa mente. Isso porque, além de trabalhar com aspectos do nosso corpo, ela também estimula nossos pensamentos, fazendo com que vários problemas da mente sejam solucionados. Confira abaixo alguns desses benefícios.

  • Diminui a ansiedade;

  • Melhora a intuição;

  • Melhora a estabilidade emocional;

  • Abre sua visão para novas possibilidades;

  • Aumenta a criatividade;

  • Melhora o humor;

  • Dá mais clareza para a mente,

  • Torna os problemas menores.

A expansão da mente também traz benefícios para o comportamento do praticante. Com a meditação, o indivíduo se torna emocionalmente mais estável, conseguindo controlar melhor suas emoções tanto na vida pessoal, como, também, na profissional.

Esse exercício também desenvolve a consciência. Desse modo, você consegue entender melhor os fatores que estão ao seu redor, bem como as pessoas que estão ligadas a você. Dessa maneira, você deixa de se preocupar com coisas que não tem grande importância e que acabam atrapalhando sua vida.

Sentimentos como raiva, ódio e tristeza começam a serem deixados de lado e dão lugar para emoções mais puras, como felicidade, alegria e empatia. Tudo isso te ajudará a ter uma vida mais plena.

Basicamente, a meditação gera uma transformação pessoal completa. Ela é uma jornada de autoconhecimento que irá te abrir horizontes, mostrando que a vida é muito mais do que pequenos problemas do dia a dia.

Além de te auxiliar a ter uma vida pessoal mais feliz, ela também irá aumentar a sua produtividade no trabalho, uma vez que seu foco será destinado a coisas realmente relevantes. Por isso a meditação é extremamente importante.

Meditação música: qual estilo é mais apropriado

A meditação com música é uma ótima opção para quem está começando. Isso porque, é possível focar a atenção em determinadas batidas de modo a chegar em um estado de concentração mais facilmente. No entanto, não são todos os estilos musicais que cabem dentro de uma meditação.

Você deve optar por instrumentais ou músicas que tenham mantras que te ajudem a relaxar. Uma boa dica é colocar sons da natureza para tocar. Cachoeiras, grilos, vento, esses pequenos ruídos são ótimos estimulantes durante a meditação.

Mas é preciso cuidado na hora de meditar com música. Isso porque, é comum que o nosso corpo queira se mexer quando os sons forem mais agitados, ou, que nós sintamos sonolentos com aqueles mais calmantes.

Na dúvida, se você está começando, o ideal é tentar se fixar em uma meditação silenciosa, ou, com um som repetitivo, como o tic tac do relógio. Além de ser mais fácil de relaxar, dessa maneira você evitará que acabe caindo no sono durante o processo e que o exercício seja desperdiçado.

comments powered by Disqus