As mandalas expressam visualmente a fundação de uma visão de mundo baseada em círculos. Mandalas originaram-se em partes da Ásia e têm uma longa história na Índia.

Elas são usadas especialmente em práticas budistas e hindus, que desempenham um papel crucial em seus significados.

Mas a forma do círculo é usada em todo o mundo como uma forma de representar a enormidade do universo, bem como a natureza circular da vida e da existência.

Além disso, seu significado é transmitido através do nome de mandala. A raiz “manda” significa essência em sânscrito e o sufixo “la” significa recipiente.

Assim, a palavra sugere que uma mandala não é apenas um círculo, mas um recipiente de essência.

Origem da mandala

As mandalas representam o mundo ideal. É uma forma geométrica com um centro, a concentração. E uma periferia, a organização.

Cada Mandala Tradicional, de origem oriental, tem como conteúdo um mantra – sagrado, hindu ou budista. O mantra é a alma da mandala.

A mandala é definida de acordo com os princípios da organização: o ponto central, uma radiação deste ponto e a borda externa circular.

A radiação é o ponto central de forma centrífuga, onde é refletida de volta ao seu centro em uma mistura perpétua de movimentos centrífugos e centrípetos. O ponto central é o ponto de partida de qualquer movimento de unidade.

Suas origens podem ser encontradas no jainismo, tantrismo, hinduísmo, budismo e lamaísmo.

Tipos de mandalas

Existem diversos tipos de mandalas diferentes, cujo uso comum varia de acordo com a região, a crença e até mesmo as necessidades.

Porém, de forma geral, os tipos de mandala variam em cor dentro de diversos formatos.

Dentre eles, pode-se citar: ponto, círculo, espiral, quadrado e triângulo. Exemplos de diferentes tipos de mandalas são: a Mandala e Geometria Sagrada, a Mandala Tibetana, entre outras opções que variam de cultura para cultura.

Algumas das mandalas mais comuns incluem a pena, o sol, o vento, o apanhador de sonhos e o labirinto. Cada um deles simboliza um aspecto diferente do mundo incrivelmente espiritual das tradições dos nativos americanos.

Significado de cada mandala

Como mencionado anteriormente, muitas mandalas comuns existem em todo o mundo e suas culturas antigas.

No budismo e no hinduísmo, existem símbolos de chakras, o yantra hindu e um yantra solar específico, para citar apenas alguns. Cada um é usado como uma ferramenta de meditação com foco em certos aspectos da vida.

Os nativos americanos também utilizavam as mandalas nos cursos espirituais de suas vidas:

  • Em toda a América do Norte, os símbolos de várias entidades e fenômenos variavam, mas pareciam seguir temas gerais de iluminação, reverência e adoração temerosa;
  • Nessas culturas, as mandalas podiam ser usadas individualmente, mas eram mais comumente utilizadas durante rituais e cerimônias.

Não importa em qual lente você analise a mandala, você encontrará um desenho circular lembrando que a vida é interminável.

Seu significado representa uma poderosa ferramenta espiritual que pode ajudá-lo em qualquer parte de sua jornada espiritual. Sua diversidade e uso difundido através das culturas e do tempo também falam por si só.

Mandala significado das cores

As mandalas contam com diversas variações de cor, que muitas vezes são usadas para estimular determinadas necessidades:

  • VERMELHO: Força, alta energia e paixão
  • ROSA: Amor, intuição e feminino
  • LARANJA: Criatividade, transformação, autoconsciência e intuição
  • AMARELO: Aprendizagem, sabedoria, riso e felicidade
  • VERDE: Cura física, habilidade psíquica, amor à natureza e carinho
  • AZUL: Cura emocional, paz interior e meditação
  • ROXO: Todas as coisas espirituais
  • BRANCAS: Foco espiritual
  • PRETO: Mistério, pensamento profundo e individualidade

Algumas cores podem receber mais foco nas mandalas, mas sempre se misturam entre si, criando uma teia rica em significados.

Mandala significado das formas

Dentro dos belos padrões de mandala circular pode-se encontrar vários símbolos.

As mandalas tradicionais incluem a presença da mente e do corpo do Buda, que pode estar em qualquer forma abstrata. Exemplos são a forma de uma roda, uma árvore, uma flor ou uma joia.

A origem da mandala é o centro, que é um ponto. Um símbolo que é livre de dimensões e é interpretado como ponto de partida: uma semente, um espermatozoide, uma gota.

O ponto é cercado por linhas e padrões geométricos triangulares, representando as diferentes camadas do universo – o reino espiritual, o ambiente vivido, a experiência interior do homem – e como essas camadas se entrelaçam.

O círculo que se trava no resto do desenho da mandala representa a enormidade do universo e a natureza cíclica da vida.

Os triângulos são símbolos populares na arte da mandala, pois transmitem uma variedade de significados:

  • Alguns triângulos estão voltados para cima: eles representam ação e energia para o espiritual.
  • Quando os triângulos estão voltados para baixo, eles representam a criatividade e a busca do conhecimento espiritual.

Outro símbolo popular usado na arte da mandala é a flor de lótus, que simboliza a iluminação e o despertar espiritual.

Mandala significado tatuagem

Entre as muitas tatuagens bonitas e sedutoras disponíveis, a mandala é uma das mais populares.

No budismo, as mandalas são uma maneira de aprimorar seu foco. Os desenhos geométricos ou florais concentram-se no centro da mandala e ajudam nas práticas de meditação.

Enquanto as mandalas eram originalmente usadas para arte e meditação religiosas, elas se tornaram cada vez mais populares com o movimento da Nova Era. Hoje, eles podem ser encontrados em uma variedade de desenhos e estilos de tatuagem.

Os significados mais comuns da tatuagem de mandala se relacionam com assuntos espirituais.

Originalmente, a palavra mandala veio de uma palavra sânscrita. Esta forma circular representa equilíbrio, integridade, eternidade e perfeição.

Ao longo de milhares de anos, esse símbolo tem sido usado em diversas religiões como o budismo, o cristianismo, o hinduísmo e o paganismo.

Sabendo mais sobre os significados das mandalas, aposte nelas – seja em forma de tatuagem ou para treinar suas técnicas de desenho e meditação e caminhe em busca de uma maior espiritualidade e conexão consigo mesmo e com o divino.

Write A Comment