A homeopatia é utilizada por milhões de pessoas em diversos países como tratamento de condições e sintomas de doenças variadas em diversas faixas etárias.

A homeopatia tem natureza essencialmente holística, isto é, focando em tratar cada pessoa como indivíduo único e considerando que seu corpo físico, seu emocional e sua mente trabalham em conjunto no combate a enfermidades.

Os medicamentos utilizados na homeopatia são seguros e dificilmente desencadeiam efeitos colaterais, podendo ser utilizados por: bebês, crianças e mulheres grávidas ou que estão amamentando.

O que é homeopatia e para que serve   

A homeopatia é um método terapêutico baseado na crença de que o corpo pode curar a si mesmo. Aqueles que o praticam usam pequenas quantidades de substâncias naturais, como plantas e minerais, para auxiliar no processo de cura.

Foi desenvolvido no final dos anos 1700 na Alemanha e se baseia na crença básica de “semelhança à cura”.

Em outras palavras, algo que produz sintomas em uma pessoa saudável pode – em uma dose muito pequena – tratar uma doença com sintomas semelhantes. Isso serve para acionar as defesas naturais do corpo.

Por exemplo, cebola vermelha faz os seus olhos lacrimejarem. É por isso que é usado na homeopatia em remédios para alergias.

Os médicos homeopatas enfraquecem esses ingredientes adicionando água ou álcool. Então eles agitam a mistura como parte de um processo chamado “potentização”. Eles acreditam que este passo transfere a essência da cura.

Os homeopatas também acreditam que quanto menor a dose, mais potente é o remédio. De fato, muitos desses remédios não contêm mais nenhuma molécula da substância original.

Eles vêm em uma variedade de formas, como pellets de açúcar, gotas líquidas, cremes, géis e comprimidos.      

Homeopatia é placebo

Muitas pessoas questionam se a homeopatia se baseia no efeito placebo.

De fato, medicamentos derivados de produtos naturais têm um efeito placebo particularmente alto.

Isso significa que quando os pacientes pensam que podem estar recebendo um medicamento derivado de uma planta, eles querem que ela funcione tão bem que, em muitos casos, isso acontece.

Em um artigo de 2000 sobre o efeito placebo publicado no New York Times Magazine, a escritora Margaret Talbot disse:

A verdade é que o efeito placebo é enorme – entre 35% e 75% dos pacientes se beneficiam de tomar um placebo em estudos de novos medicamentos – tão grande que, de fato, ele deveria ser usado conscientemente na prática clínica, mesmo que não entendamos inteiramente como isso funciona.

Ao invés de ridicularizar tais práticas como remédios homeopáticos, a ciência moderna deve se esforçar para entender melhor por que eles parecem funcionar.

Um crescente número de cientistas também sugere que os pacientes melhoram mais rapidamente quando os médicos e outros curadores os tratam de forma mais holística – algo que não ocorre na medicina tradicional muitas vezes.

Homeopatia medicamentos 

A homeopatia possui diferentes medicamentos para cada sintoma ou condição. Os mais comuns são:

  • Cebola: Como é conhecido por causar lacrimejamento dos olhos e gotejar do nariz, é um remédio frequente para o resfriado comum especialmente quando há secreção nasal fina, aquosa e ardente que irrita as narinas.
  • Arnica: Este é o remédio # 1 em medicina esportiva e primeiros socorros. É usado para choque e trauma de lesão. Também ajuda a reduzir a dor e a acelerar o processo de cicatrização.
  • Camomila: A camomila é o remédio ideal para crianças irritadas, especialmente de dentição ou cólica.
  • Hypericum (erva de São João): Este é o primeiro remédio a considerar para lesões nos nervos.
  • Feijão de Santo Inácio: É um dos principais medicamentos homeopáticos para o luto agudo, ansiedade e depressão, especialmente após uma morte ou separação de um ente querido.
  • Fosfato de magnésia: Este é o remédio mais eficaz para cãibras e cólicas menstruais.

O que é homeopatia infantil

A homeopatia como terapia alternativa para crianças se baseia nos mesmos princípios descritos anteriormente e é muito popular entre os pais, pois oferece-lhes uma maneira de tratar seus filhos para doenças comuns, sem o medo de efeitos colaterais de alguns medicamentos ortodoxos.

Também permite que pais de bebês ajudem seus filhos quando não há nada convencionalmente disponível.

A homeopatia funciona muito bem porque o sistema imunológico de uma criança é responsivo e não foi submetido aos estresses e produtos químicos da vida cotidiana que um adulto carrega consigo.

Alguns problemas que ela pode ajudar a tratar são:

  • Tosse e constipações;
  • Dentição;
  • Cólica;
  • Febre;
  • Dor de ouvido;
  • Assaduras.              

Homeopatia para ansiedade

A homeopatia pode ser utilizada como terapia alternativa para ansiedade. Muitos remédios homeopáticos são projetados para sintomas específicos de ansiedade e as crenças associadas a eles.

Por exemplo, natrum muriaticum é usado para pessoas que são tímidas ou evitam situações sociais, o que é um sintoma, mas não uma causa de ansiedade.

Por isso, a melhor maneira de curar a ansiedade crônica, é através de consulta com um homeopata profissional, juntamente com a psicoterapia de apoio, conforme necessário.

O tratamento pode mudar à medida que você se cura e se desenvolve. Existem dezenas de crenças diferentes, e nem todos os médicos homeopatas defendem os mesmos tipos de ingredientes diluídos.

Homeopatia e naturopatia   

Naturopatia é um sistema médico que adota uma abordagem holística para a saúde e a cura.

A prática utiliza muitas modalidades, como nutrição, exercícios, acupuntura, massagem e remédios à base de ervas, a fim de otimizar a capacidade do corpo de curar.

A homeopatia é totalmente diferente. A diferença principal entre os dois é que a naturopatia é um sistema de saúde que utiliza muitos tratamentos e modalidades diferentes (que podem até mesmo incluir a homeopatia) e a homeopatia é exclusivamente focada no uso de remédios naturais.

É importante ressaltar que homeopatia deve apenas ser usada como tratamento complementar ao método convencional em casos mais graves, como asma, câncer e doenças degenerativas.

Se você se interessou pela homeopatia como terapia alternativa, procure um homeopata capacitado para realizar uma avaliação e propor a melhor abordagem para seu caso.

Escreva um Comentário