A terapia Shiatsu é apenas um entre vários tipos diferentes de massagem terapêutica. Ela pode trazer benefícios para uma série de condições físicas de forma natural e não invasiva. 

A prática de shiatsu se originou no Japão com base na medicina tradicional chinesa e com mescla de elementos das terapias ocidentais. É uma técnica que pode amplificar a capacidade do próprio corpo de se curar.

Mas afinal, o que é o método Shiatsu exatamente? Como ele ajuda aqueles que recebem tratamento? Quais suas contraindicações? Separamos alguns pontos importantes para te ajudar a entender melhor sobre a técnica:

Shiatsu origem

“Shiatsu” o termo vem da combinação de 2 palavras em japonês Shi (dedo) e atsu (pressão).

A teoria por trás do Shiatsu é semelhante à da acupuntura. Sendo assim, considera que o corpo humano tem caminhos invisíveis ao longo dos quais a energia flui.

Quando uma pessoa está em forma e saudável, a energia flui livremente ao longo dos meridianos ou dos canais de energia, suprindo todas as partes do corpo com a energia vital necessária. 

Mas se o corpo fica debilitado devido à má alimentação, drogas, cafeína, álcool, estresse emocional, então essa energia não flui mais suavemente. 

O terapeuta de Shiatsu conhece os caminhos de energia invisíveis e trabalha nos meridianos para reequilibrar este fluxo de energia.

Shiatsu massagem

A massagem terapêutica shiatsu depende da aplicação de pressão em várias áreas da superfície do corpo, para ajudar a curar doenças e condições comuns, além de corrigir os desequilíbrios de energia. 

Na terapia Shiatsu a pressão é aplicada pelos dedos em pontos específicos do corpo. Além de serem realizados alongamentos, movimentos de balanço e rotações articulares para restaurar o “equilíbrio do fluxo de energia” (Chi em chinês e Ki em Japonês). 

O praticante também pode aplicar pressão usando os cotovelos, mãos e joelhos.  É uma terapia holística que aborda o corpo inteiro, em vez de se concentrar em uma única área onde os sintomas são mais óbvios.

Durante o Shiatsu, é melhor usar roupas soltas e geralmente é realizado em uma esteira no chão.

Shiatsu benefícios

Entre os benefícios da terapia Shiatsu podemos destacar:

  • Ajuda a aliviar a constipação quando aplicado na área abdominal. O alongamento da massagem pode soltar os músculos e relaxar os intestinos e o cólon.
  • Pode aliviar a tensão e os espasmos dos músculos, eliminando dores musculares.
  • Pode ajudar a aliviar dores de cabeça. Enxaquecas são causadas por um rápido alargamento e estreitamento dos vasos sanguíneos no cérebro ou na cabeça, causando irritação e dor. A técnica pode relaxar o corpo aumentando o fluxo sanguíneo e melhorando a circulação.
  • Auxilia na redução do estresse, tensão, ansiedade e depressão.
  • Auxilia no tratamento da artrite. A pressão da massagem pode ser aplicada nas mãos, pés ou em qualquer área que seja afetada pela artrite, ajudando na melhora da circulação e também na redução da dor muscular.
  • Ajuda a estimular a circulação nos capilares dos tecidos moles da pele. A massagem também serve para estimular a secreção das glândulas sebáceas e mantém a pele úmida e macia.  Isso ajuda a manter a elasticidade da pele e evitar o aparecimento de rugas. A circulação sanguínea melhorada também ajuda a melhorar a aparência e o brilho da pele.
  • Massagens Shiatsu têm sido usadas há milhares de anos para ajudar as mulheres durante os ciclos mensais e aliviar as cólicas menstruais. 
  • Pode ajudar a aliviar o enjoo matinal e o inchaço que é frequentemente em mulheres grávidas.
  • Melhora o funcionamento do sistema digestivo e auxilia no metabolismo e remoção de gordura.
  • Ajuda aqueles que sofrem de fadiga e fraqueza, restaurando e mantendo a energia do corpo.

Shiatsu pontos

Os praticantes de terapia Shiatsu utilizam pontos específicos para promover o fluxo de energia para uma parte do corpo que esteja passando por uma doença ou desconforto. Assim, permitindo que ela se cure mais rapidamente.

A técnica considera duas maneiras de funcionamento dos pontos de pressão no organismo:

  • Pontos Locais: pontos de pressão que visam a área do corpo onde o paciente está sentindo dor ou tensão. Dessa forma, este ponto que o terapeuta estimula para aliviar o desconforto.
  • Pontos-gatilho: pontos de pressão que o terapeuta estimula para aliviar a dor, a tensão ou outros problemas em outra parte do corpo. Às vezes, a dor está longe da área que o praticante está tocando.

O treinamento para terapeutas explora o mecanismo de ativação destes pontos e como o mecanismo funciona através dos canais de energia humanos chamados de meridianos. 

Os meridianos são caminhos que ligam os pontos de pressão uns aos outros. Assim como aos órgãos internos.

Há quatorze meridianos invisíveis no corpo humano que transportam energia por todo o corpo. Esses meridianos começam na ponta dos dedos e estão ligados ao cérebro e ao órgão meridiano relacionado.

Contra indicações do shiatsu

Certas condições exigem cautela para a prática do shiatsu. Ou seja, para clientes que têm condições debilitantes, como osteoporose, ou aqueles submetidos a quimioterapia, apenas a pressão mais leve ou o trabalho energético acima do corpo deve ser realizado. 

A aplicação de técnicas de shiatsu também tem contraindicações locais, como varizes, feridas, fraturas ósseas, cicatrizes recentes e áreas de inflamação.

Articulações inflamadas e dolorosas, incluindo articulações artríticas, são contraindicações para técnicas de amplitude de movimento.

Quaisquer problemas de coluna vertebral, como hérnia de disco ou espondilite anquilosante, também são contraindicações para determinadas técnicas de amplitude de movimento e alongamentos transversais ao corpo. 

A terapia Shiatsu pode realmente trazer benefícios para sua saúde de maneira menos invasiva. Mas lembre-se, ela é um método complementar ao tratamento médico convencional e não deve ser considerada um substituto.

Write A Comment